terça-feira, 20 de março de 2012

We are the World but we are NOT the Children

Virou PUTARIA!!
De ecobag a avental...
De chaveiro a moletom a indústria Kony de ativismo de sofá se transformou em mais um monstro disfarçado de benfeitoria.

ECOBAG de quase 60 conto? 
Tão reciclando militância... é isso produção?

Não entendeu nada?
Você é um burro dos infernos sem informação
Mas quer saber? Ignorância é uma benção as vezes...
Clica aqui e veja o video do Kony e tire suas próprias conclusões se for capaz.
Já adiantei sua vida. SE VIRA - joga no google.

Nem vou entrar no mérito da ajuda humanitária  que Jason Russell se propõe a fazer. 
Minha indignação é com a forma como os americanos vomitam em nós sua política externa.......
Minha indignação é com a necessidade de 'limpar a consciência' com manobras espetaculosas para encorajar  jovens a se atirarem de cabeça em causas aparentemente irretocáveis do ponto de vista ético.

Kony 2012 é o maior viral de todos os tempos segundo estudo feito pela Social Flow.
E o motivo? Mostrou de maneira simplista um problema social gravíssimo daquela região.
É tão infantil que chega a me dar nojo.
Claro que os americanos tem uma excelência impenetrável na arte de emocionar as pessoas através de técnicas que beiram a experiência extra sensorial (nossa viageiii muito mas é isso mesmo)

A embalagem servida no roteiro do curta é certa. Mocinho x bandido + justiça = final feliz
É como atrair mariposas para a lâmpida. Milhões são assim.Seguem o fluxo e não tem poder de discernimento. Ou até mesmo não têm tempo.

Daí você que conseguiu chegar até essa parte do post me pergunta? 
Paloma, você se afiliou ao PCdoB? Que porra é essa? Que discursinho mais ciências sociais.

Explico caro leitor (no singular porque ninguém lê meus posts quanto mais os posts sérios)

Chegamos num ponto em que abrimos mão de tudo. Não estou falando de entrega espiritual, de altruísmo... nada disso. Assinamos procuração de plenos poderes todos os dias. Isso mesmo. Deixamos que o capitalismo (ai como eu O.D.E.I.O esse termo mas tô atrasada pro meu show de stand-up) pense por nós, nos digam o quê comprar, o que comer, o que temer (sim...nossa geração é movida pelo medo. De tudo.)

O mesmo acontece com o ativismo de sofá.
Quase ninguém lê até o segundo parágrafo de nada e sai compartilhando baldes e baldes de merda na internet.
O caso mais IDIOTA desse ano até agora foi esse caso aqui .

Eis aí o modus operandi do slacktivism (ativismo preguiçoso)/ clicktivism (ativismo de clique)
(descobri esses termos hoje!)
É gente enganando gente.
Mesmo os casos idôneos tendem a cair nas mãos de pessoas que querem tão somente mais "views" em suas páginas e claro -popularidade.
Desviei do assunto principal do post apenas para esboçar como enxergo o organograma de transformação de causa própria em causa nobre.

Abordagem gráfica para fragilizar as pessoas -> cobrança de posicionamento seguido de pedido imperativo de compartilhamento 

O facebook fica em destaque pelo altíssimo poder de viralização.
Some a esse fato o poder de criar comoção popular.
Todos queremos de modo geral ser vinculados a eventos e ações que o coletivo admire,aprove e elogie.
Então se não estivermos contidos nessa rede de 'likes' somos cobrados,subjugados e até acusados de omissão.
Daí outra forma de pressão popular nos impele a repassar e se posicionar sobre matérias que nem sempre tem a fórmula 'idealizada','romântica' em Kony 2012. Contextualização, pesquisa, fontes, tudo isso leva tempo, reflexão.

A frase de efeito mais cretina do documentário (quiçá de todos os tempos da última semana)é essa:
" NÃO ESTUDE HISTÓRIA, FAÇA HISTÓRIA"
PUTA QUE PARIU <  ENTRA VOZ DE SANTA DERCY > 
não vou esboçar nada sobre isso.se vira ae e reflita sobre essa pérola que vou fazer uma tese de doutorado sobre isso (leia-se outro post pau no cu que nem esse)

Chega a ser um crime a forma como o documentário cerceia a realidade Africana.
O autor se promove de tal forma que beira a esquizofrenia.

Dentre centenas de pontos que me incomodam (na verdade tudo me incomoda- meu ódio no coração tá com quatro cômodos alugados só pra esse punheteiro dos infernos)  nessa ''luta pela humanidade'' - destaco a monetização,a indústria por detrás dessa campanha americana (prefiro chamar assim) pelo petróleo


Virou um carro na ladeira sem freio algum. Não há como policiar ,pedir prestação de contas sobre o que estão vendendo em prol das crianças.
O print no início do post mostra isso.
Kony 2012 virou uma grife. E o valor agregado é a bela imagem de sócio colaborador da ética e dos bons costumes que as pessoas querem ter ou acham que querem ter.
ARG! MINI PUKE

Bom,voltando a nossa programação normal fica aqui minha montagem de como vejo os americanos que ultimamente chamo carinhosamente de Hipsters......
English version here
Para versão em inglês clica aqui

Ps: revisão de texto é para os fracos.(yeah righ...)
só volto aqui amanhã
Ps²: sem querer dar spoiler de como essa história vai acabar e sem querer te incentivar a entrar pra Igreja Intergalática Retangular do Regamento (ala moderada do ateísmo cristão ortodoxo) não praticante do reino divino da ciência - "os patrocinadores" dos invisíveis são da direita cristã americana anti sapatão e criacionista.
Dou spoiler do petróleo em outro post
bj pros orgulho do pai

Um comentário:

  1. Cantei esta pedra desde o 1º dia que vi o post do vídeo no face...

    ResponderExcluir

 
Copyright 2009 Difamando e dando pinta